Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Diário do "bipolar"

"Diário do amor, em parcelas escritas de lágrimas, silêncios e ânsias. O tempo igual ao de todos, pincelado de saudade e esperança. A luz que surge no caminho. Viver. Cair e levantar. Em cada dia."

Diário do "bipolar"

"Diário do amor, em parcelas escritas de lágrimas, silêncios e ânsias. O tempo igual ao de todos, pincelado de saudade e esperança. A luz que surge no caminho. Viver. Cair e levantar. Em cada dia."

Ao embalar do vento

Lindolfo Cunha | 14.07.19
Percorro o caminho que em outrora para o nosso amor era um porto de abrigo. Penso em como fugir das memórias que aqui vivi contigo. Não consigo! Sento-me e contemplo o horizonte. Nada mudou! (...)

Amar não é tudo!

Lindolfo Cunha | 18.03.19
Mutuamente, chegámos a um amor estranho que pensámos não ter fim. Foram largos os anos em que nos tentámos adaptar de uma forma contínua um ao outro. Houve dias em que nos apeteceu (...)

O sol confidencia à lua

Lindolfo Cunha | 07.03.19
As nossas sombras desenham-se na areia debaixo deste sol que nos acompanha. Para trás ficam as pegadas levadas pelo mar. São passados que nos levam sem pedir permissão e nunca mais nos iremos (...)

Quero-te comigo

Lindolfo Cunha | 17.02.19
Em silêncios partilhamos os nossos segredos. Em silêncios, longe um do outro, sentido-nos incompletos. Em silêncios gritamos em voz alta os Amo-te e Adoro-te. Nas carícias sentimos cada (...)

Quero-te comigo

Lindolfo Cunha | 17.02.19
Em silêncios partilhamos os nossos segredos. Em silêncios, longe um do outro, sentido-nos incompletos. Em silêncios gritamos em voz alta os Amo-te e Adoro-te. Nas carícias sentimos cada (...)

Aquele segundo

Lindolfo Cunha | 31.01.19
Naquele segundo, deixei de acreditar no amor. Deixei de acreditar no “para sempre”. Deixei de acreditar em pessoas. Deixei de querer sonhar. Acomodei-me e tive pena de mim. Senti o mundo a (...)