Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Diário do "bipolar"

"Diário do amor, em parcelas escritas de lágrimas, silêncios e ânsias. O tempo igual ao de todos, pincelado de saudade e esperança. A luz que surge no caminho. Viver. Cair e levantar. Em cada dia."

Diário do "bipolar"

"Diário do amor, em parcelas escritas de lágrimas, silêncios e ânsias. O tempo igual ao de todos, pincelado de saudade e esperança. A luz que surge no caminho. Viver. Cair e levantar. Em cada dia."

Amor culpado

Sim, sou culpado(a).

Culpo-me por te ter amado tanto até me esquecer de mim.

Culpo-me por ter desistido do meu mundo para viver o teu, o nosso.

Culpo-me pelas noites que te vi dormir, onde desejava que nunca fosses embora.

Culpo-me por ter criado expectativas, ilusões onde acreditava que era contigo que ia ficar.

Culpo-me por voar muito alto, por sonhar contigo quase todas as noites.

Culpo-me por todos os abraços sentidos que desejei que nunca me largassem.

Culpo-me pela ansiedade que tinha para estar contigo, para sentir o teu corpo, o teu carinho.

Culpo-me por te ver e ficar a tremer ansioso(a) por te beijar.

Culpo-me por te procurar quando me querias longe de ti.

Culpo-me por não ter feito mais, por não saber ficar com o pés no chão.

Culpo-me por ter acreditado quando devia era de ter desistido.

Culpo-me pela saudade, pela ausência, pelas lágrimas.

Culpo-me porque era ao teu lado que queria envelhecer.

Culpo-me por me teres culpado.

A culpa é do amor, não minha.

Odeio o amor, faz-me sentir culpado(a).

 

tumblr_ms5ryev7Hh1s62cugo1_500.jpg

 

Foto: Origem Internet

 

5 comentários

Comentar post