Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Diário do "bipolar"

"Diário do amor, em parcelas escritas de lágrimas, silêncios e ânsias. O tempo igual ao de todos, pincelado de saudade e esperança. A luz que surge no caminho. Viver. Cair e levantar. Em cada dia."

Diário do "bipolar"

"Diário do amor, em parcelas escritas de lágrimas, silêncios e ânsias. O tempo igual ao de todos, pincelado de saudade e esperança. A luz que surge no caminho. Viver. Cair e levantar. Em cada dia."

Até a um amanhã

Vai existir um dia, um lugar, uma hora, um segundo em que os nossos olhares se vão cruzar. Vamos recuar no tempo em milésimos de segundo, vamos voltar a reviver por tudo o que passamos. Será um misto de desilusão e amor em simultâneo.

Nesse dia, nesse lugar, nessa hora, nesse segundo vamos sentir que poderia ter sido tudo diferente, vamos reviver a derrota, vamos sentir que podíamos ter dado mais de nós poderíamos ter aceite o amor sem medos, vamos conseguir assumir perante o olhar que houve amor entre nós.

Não irão ser olhares indiferentes, vão ser culpados, medrosos, cúmplices.

Sem querer o destino uniu-nos com uma história para a nossa vida.

Nesse dia os nossos olhares irão ser como um pedido de desculpa, sabemos que deixámos parte de nós no coração um do outro.

Já houve um dia, um lugar, uma hora, segundo em que fomos muito felizes juntos e disso nunca nos esqueceremos e só nesse dia, nesse lugar, nessa hora, nesse segundo nos vamos conseguir perdoar.

Até lá disfarçámos a mágoa de um amor perdido e seguimos para um amanhã.

 

21586121_10209957952733318_1638354283_n.jpg

Foto de: Sara S.