Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Diário do "bipolar"

"Diário do amor, em parcelas escritas de lágrimas, silêncios e ânsias. O tempo igual ao de todos, pincelado de saudade e esperança. A luz que surge no caminho. Viver. Cair e levantar. Em cada dia."

Diário do "bipolar"

"Diário do amor, em parcelas escritas de lágrimas, silêncios e ânsias. O tempo igual ao de todos, pincelado de saudade e esperança. A luz que surge no caminho. Viver. Cair e levantar. Em cada dia."

O último beijo

Não imaginava que aquele iria ser o nosso último beijo, o nosso último abraço.

Sempre pensei que irias voltar com o sorriso que te acompanhava sempre. Aguardava por ti todos os dias, a cada segundo que passava sentia um misto de saudade com angústia.

Não voltaste, largaste a minha mão e seguiste o teu caminho, deixei de fazer parte de ti.

Foi mesmo o fim.

O silêncio tomou conta de mim, por dentro gritava mas ninguém me conseguia ouvir, sentia o meu peito contras as costelas e uma dor que me corria até os ossos.

Não te consegui dizer nada mas esperava-te onde tudo começou.

Sim, eu fantasiava.

Iniciar ficar longe de ti foi doloroso, não queria acreditar que nos aconteceu a nós. Nós tínhamos tudo, supostamente tudo. Afinal não tivemos.

Se soubesse que iria ser o ultimo beijo, o último abraço fazia-o de uma maneira mais intensa e diria:

“Ainda te amo muito no meu silêncio, não vás.”

 

pexels-photo.jpg

Foto de: Katie Salerno