Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Diário do "bipolar"

"Diário do amor, em parcelas escritas de lágrimas, silêncios e ânsias. O tempo igual ao de todos, pincelado de saudade e esperança. A luz que surge no caminho. Viver. Cair e levantar. Em cada dia."

Diário do "bipolar"

"Diário do amor, em parcelas escritas de lágrimas, silêncios e ânsias. O tempo igual ao de todos, pincelado de saudade e esperança. A luz que surge no caminho. Viver. Cair e levantar. Em cada dia."

Sinais do tempo

Com o tempo, aprendes que ter muitos amigos, por vezes, não é ter nenhum.
Com o tempo, aprendes que família, por vezes, não passa de laços de sangue.
Com o tempo, percebes que não tens que falar muito, só tens que dizer as palavras certas, no momento certo.
Com o tempo, percebes que não podes contar com ninguém a não ser contigo.
Com o tempo, ficas mais no teu silêncio, limitas-te a observar e reténs o que mais a ti se adequa.
Com o tempo, aprendes a desvalorizar tudo o que não te acrescenta.
Com o tempo, aprendes a dormir sozinho e a não ter medo do escuro.
Com o tempo, aprendes que os sonhos só desaparecem quando deixas de acreditar.
Com o tempo, aprendes a lidar com a ausência do afeto nos dias em que choras baixinho, para ninguém te ouvir.
Com o tempo, acreditas no amor, mas não acreditas em contos de fadas.
Com o tempo, percebes que já resististe a muito e nada te vai fazer parar.
Com o tempo, aprendes a amar, a amar muito.
A amar-te a ti!
São os sinais do tempo.

art-city-clock-277458.jpg

Foto de: Pexels.com

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.